MAGNETISMO – INTROD E OERSTED

Aprenda sobre Ímãs, Polos de um Ímã, Lei das Ações Magnéticas, Inseparabilidade dos Polos de um Ímã, Ímãs Elementares ou Domínios Magnéticos, Magnetismo na Substância e Experiência de Oersted.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

ÍMÃS

Os ímãs ou magnetos são corpos caracterizados pela propriedade de atrair certos materiais além de interagirem entre si. Essas propriedades magnéticas são possuídas por pedras naturais que contêm um minério denominado magnetita, encontrado numa região da Ásia chamada Magnésia.

Hoje em dia, por um processo chamado de imantação, já é possível criar um ímã artificial.

POLOS DE UM ÍMÃ

Medicina 2020 Enem Plus

Assine agora por 12x de R$27,90 e garanta uma plataforma com preparação completa.

São aulas ao vivo, videoaulas gravadas, simulados, exercícios com resolução em vídeo, projetos especiais e mais. 😬

Todo ímã possui regiões em que as ações magnéticas são mais acentuadas e essas regiões recebem o nome de polos magnéticos. Todo ímã possui dois polos: norte (N) e sul (S). Nos ímãs em forma de barra, os polos se encontram nas extremidades.

LEI DAS AÇÕES MAGNÉTICAS

Polos magnéticos de mesmo nome se repelem e polos magnéticos de nomes diferentes se atraem.

INSEPARABILIDADE DOS POLOS DE UM ÍMÃ

Devido a inúmeras experiências, os físicos concluíram que é impossível separar os dois polos de um ímã. Portanto não existe a carga magnética (monopolo), quando se quebra um ímã ao meio, na verdade, nós passamos a ter dois novos ímãs.

ÍMÃS ELEMENTARES OU DOMÍNIOS MAGNÉTICOS

Apelando para o modelo clássico do átomo, podemos supor que o movimento do elétron em torno do núcleo atômico se comporta como uma pequena corrente elétrica infinitesimal. Graças à essa corrente é gerado um campo magnético elementar que respeita uma certa orientação. Em uma ímã, essa orientação possui uma direção privilegiada, tornando a peça imantada.

Elétron em torno do núcleo.

Ímãs elementares de uma peça imantada.

MAGNETISMO NA SUBSTÂNCIA

Ferromagnética: Substâncias ferromagnéticas sofrem uma forte atração do campo magnético, independente do polo, seus ímãs elementares se alinham e o corpo passa a ter propriedades magnéticas. Como exemplo: ferro, níquel, cobalto e etc.

Paramagnética: Sofrem uma pequena atração do campo, seus ímãs elementares se alinham com dificuldade e facilmente retornam à condição de desordem. Como exemplo: Alumínio, Náilon, Magnésio e etc.

Diamagnética: Sofrem uma pequena repulsão do campo magnético, seus ímãs elementares se alinham no sentido oposto ao das linhas de indução. Como exemplo: Ouro, Prata, Cobre e etc.

EXPERIÊNCIA DE OERSTED

Enem 2020 Plus

Assine agora por 12x de R$22,90 e garanta uma plataforma com preparação completa.

São aulas ao vivo, videoaulas gravadas, simulados, exercícios com resolução em vídeo, projetos especiais e mais. 😬

Após várias experiências, o cientista dinamarquês Hans Christian Oersted, constatou que uma corrente elétrica é capaz de gerar um campo magnético circundante. A direção e o sentido do campo magnético podem ser determinados pela regra da mão-direita.

CADASTRE-SE

E receba em primeira-mão todas as novidades dos Vestibulares, Ofertas, Promoções e mais!