CINÉTICA QUÍMICA – EXPRESSÃO DA VELOCIDADE E LEI DE AÇÃO DAS MASSAS

Aprenda sobre a Lei da Velocidade e Ordem de uma Reação.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

LEI DA VELOCIDADE

Também conhecida como Lei de Guldberg-Waage, diz que: a velocidade de uma reação é diretamente proporcional às concentrações molares dos reagentes elevadas aos seus respectivos coeficientes obtidos na equação química correspondente.

Assim, sendo a reação:

Didática imbatível de nossos professores!

ProBlack

14 meses de acesso

  • Turma Extensiva 2020/2021
  • 6 Simulados
  • 4 Redações Corrigidas por mês

R$ 599,44

12x de: R$

R$ 19,90

Eu quero

aA + bB → cC + dD

V = K [A]a[B]b

onde k = constante da velocidade

a e b = expoentes determinados experimentalmente, denominados ORDEM DE REAÇÃO.

Exemplo:

N2 + 3H2 → 2NH3

V = K [N2] [H2]3

A maioria das reações não é elementar, ou seja, ocorre em mais de uma etapa. O conjunto dessas etapas é denominado mecanismo de reação, e a etapa lenta é quem determina uma reação.

ORDEM DE UMA REAÇÃO

É a soma de todos os expoentes que aparecem na expressão da velocidade da reação.

Assim,

aA + bB → cC + dD

Ordem da reação: a + b

Porém, nem sempre os problemas citam apenas a ordem global da reação. Em determinados casos, é mencionada a ordem da reação em relação a um determinado reagente:

aA + bB → cC + dD

Ordem da reação em relação a A: a

Ordem da reação em relação a B: b

Observação:

Quando as reações experimentais são dadas, precisa-se então descobrir a mudança que um reagente traz à velocidade ao ter a sua concentração alterada. Isto só é possível descobrir comparando mudanças em reagentes com alterações em momentos diferentes. Descobrimos então a ordem de cada reagente em relação a velocidade.

Observe o exemplo:

CADASTRE-SE

E receba em primeira-mão todas as novidades dos Vestibulares, Ofertas, Promoções e mais!