10 CITAÇÕES PARA SUA INTRODUÇÃO BOMBAR

Em nossos estudos, vimos que a função da introdução é apresentar à banca o reconhecimento do tema, bem como o posicionamento do autor e seu projeto de texto. Entre as possibilidades discutidas, muitos candidatos têm se dedicado a empregar citações ou alusões de outras áreas de conhecimento já no primeiro parágrafo. Por isso, destinamos esta aula à apresentação desses recursos de ilustração argumentativa, a fim de que você possa, além de conhecer novas citações, inspirar-se nas estruturas.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

A ACESSIBILIDADE DO IDOSO EM NOSSA SOCIEDADE:

“O importante não é só viver, mas viver bem”. Se relacionarmos as palavras de Platão à atual situação dos idosos no Brasil atual, podemos compreender o quanto os amis velhos são prejudicados pela falta de estrutura em casas, hospitais e vias públicas para atendê-los, o que afeta diretamente sua qualidade de vida. Nesse sentido, convém analisarmos as principais causas desse impasse em nosso país.

USO DA TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO

“Tornou-se chocantemente óbvio nossa tecnologia ter excedido nossa humanidade”. A fala do físico alemão Albert Einstein nos permite refletir em nossos dias sobre a gravidade do uso agrotóxicos que apresentam riscos à saúde de quem os ingere em determinados alimentos. Nesse sentido, convém analisarmos as principais consequências desse dessa problemática em nossos dias.”

Segundo Fuller, relevante “designer” e escritor norte-americano , “a humanidade obtém tecnologias corretas, mas não as usam com a finalidade de educação”. Trazida para o contexto escolar brasileiro, tal reflexão nos ajuda a compreender como nossa sociedade ainda se encontra atrasada ao discutir esses novos conhecimentos relacionados contextos pedagógicos e formação da cidadania. Dessa forma, torna-se fundamental debater o uso da tecnologia na educação e apontar suas principais consequências.

PESQUISAS COM CÉLULAS-TRONCO NO BRASIL

“Na natureza nada se cria, nada se perde tudo se transforma”. Segundo Lavosier – importante pesquisador do século XVIII, considerado pai da química moderna – tudo em nosso mundo se permuta. Exemplo disso são as células-tronco, capazes de reconstruir ou até mesmo substituir tecidos humanos. No Brasil, entretanto, as pesquisas nesse sentido vem sendo, muitas vezes negligenciada. Sob esse aspecto, convém analisarmos as principais causas e possível solução para esse impasse em nossa sociedade.”

O LIVRE EXERCÍCIO DA IMPRENSA NO BRASIL:

“Posso não concordar com uma só palavra sua, mas defenderei até a morte seu direito de dizê-la”. As palavras do pensador iluminista Voltaire nos permitem refletir em nossos dias sobre o papel imprescindível da imprensa para a manutenção da democracia no Brasil. Isso se evidencia não só pela função social do jornalismo, ao dar voz aos excluídos, mas também pela relevância das reportagens. como forma de a sociedade acompanhar o trabalho dos governantes.

Em relação ao livre exercício da imprensa no Brasil, é possível afirmar que sua restrição interfere de forma negativa na democracia do país. Tal afirmação vai ao encontro do pensamento do filósofo alemão Arthur Schopenhauer de que “o homem toma o limite de seu próprio campo de visão como os limites do mundo”, consideração que evidencia a importância da liberdade de imprensa. Nesse sentido, convém analisarmos consequências desse fenômeno para sociedade brasileira.

O SISTEMA PRISIONAL BRASILEIRO

O pensamento do filósofo francês Foucault (século XX), em sua frase “Prisão, esssa pequena invensão desacreditada desde o seu nascimento”, permite-nos compreender na atualidade como é falho o nosso sistema prisional desde a colonização em nossa sociedade, tendo em vista o legado de reincidência ao crime a partir do modelo desenvolvido. Sob esse aspecto, convém analisarmos as principais causas desse problema no Brasil.

“Eduquem as crianças e não será necessário castigar os homens.” As palavras de Pitágoras, filósofo grego engajado nas questões de ética e política, nos permitem formular uma análise crítica sobre o atual sistema prisional brasileiro e sua não eficácia de capacitação do cidadão perante a reinserção social. Sob esse aspecto, convém analisarmos as principais consequências dessa problemática em nosso país.

O LEGADO DA CULTURA INDÍGENA PARA NOSSA SOCIEDADE

“É mais fácil desintegrar um átomo do que um preconceito.” Albert Einstein, já em sua época, parecia prever uma informação importante: a dificuldade dos indivíduos em serem tolerantes. Na atual conjuntura, esse fenômeno necessita ser enfrentado na sociedade brasileira, uma vez que, entre outras consequências, o desrespeito social interfere na valorização dos grupos minoritárarios. Dessa forma, é necessário avaliar as principais causas dessa prática, cujo prejuízo é enorme para a cultura indígena.

A CONTRIBUIÇÃO DA MÚSICA PARA INCLUSÃO SOCIAL NO BRASIL

Para Bono Vox, vocalista da banda irlandesa U2, “a música pode mudar o mundo, porque pode mudar as pessoas”. Tal frase exprime a relevância da prática musical como um poderoso instrumento de caráter sociocultural, carregando consigo um enorme potencial de transformação. Entretanto, no Brasil, essa capacidade acaba por ser subaproveitada, tendo em vista a ausência da música como disciplina obrigatória em grande parte da escola pública, aliada à falta de programas sociais de ensino gratuito de instrumentos.

O LEGADO DA CULTURA AFRICANA PARA SOCIEDADE BRASILEIRA

“A História não nos pertence, nós pertencemos a ela.” As palavras de Hans- Georg Gadaner – um dos maiores expoentes da chamada Hermenêutica filosófica, na Alemanha – refletem de forma análoga a sociedade brasileira, em que muitas pessoas renegam sua cultura de origem africana, mesmo estando presente até hoje na culinária, na arte e em vários outros costumes locais. A partir disso, vale analisarmos as consequências dessa problemática em nosssos dias.

INTERNET E OS RISCOS A CRIANÇAS NO BRASIL

Segundo Gustav Flaubert, escritor francês que marcou a literatura de seu país pela profundidade de suas análises psicológicas, “a vida deve ser uma constante educação”. No que se refere aos possíveis perigos que a internet representa às crianças brasileitas, suas palavras nos permitem entender que educar esses indivíduos é crucial na formação de uma população de jovens equilibrados em relação ao uso desses. Nesse sentido, convém analisarmos as principais consequências dessa problemática.

A MÚSICA COMO INSTRUMENTO DE INSERÇÃO 

“Eduquem as crianças e não será necessário castigar seus homens”. A frase de Pitágoras, filósofo grego do período pré-socrático, nos dias de hoje, corrobora a maior reflexão acerca da importância dos meios educativos inovadores, como a música, com o objetivo de inserção social. Sob esse aspecto, convém analisarmos as principais consequências de tal método de ensino na nossa sociedade.

Um homem sem cultura é como uma árvore sem raiz. As palavras de Bob Marley, cantor jamaicano, nos permitem refletir sobre como a música pode desempenhar um papel fundamental na inserção social do indivíduo. No Brasil, entretanto, em função da precariedade escolar, é rarefeito o estímulo ao conhecimento musical, o qual poderia redimensionar de modo benéfico a vida desses alunos. Nesse sentido, torna-se essencial a discussão acerca dessa realidade a fim de solucionar esse impasse.

“Aqueles que não conseguem lembrar o passado estão condenados a repeti-lo.” A frase de George Santayana – filósofo, poeta e ensaísta – pode representar, no Brasil, uma das origens do desaparecimento da cultura indígena, uma vez que parte da nação não reconhece a matriz cultural do índio como formadora de identidade nacional. Dessa forma, é válido analisar o preconceito sofrido e a dificuldade da demarcação de terras como fatores que influenciam nessa problemática.

“Na vida não existe nada a temer, mas a entender”. As palavras de Marie Curie, cientista renomada que conduziu estudos pioneiros no ramo da radiatividade, nos levam à reflexão sobre as barreiras impostas contra as pesquisas com células-tronco no Brasil. Devido aos polêmicos meios de sua obtenção, enormes saltos científicos e medicinais estão sendo contidos. Vale, portanto, destacar as principais controvérsias do tema para uma efetiva e franca ponderação.

INVERSÃO PIRÂMIDE ETÁRIA

Segundo as palavras de Voltarie – filósofo iluminista francês – “o acaso não existe: tudo é ou provocação, ou punição, ou recompensa, ou previdência”. No que se refere às mudanças estruturais na sociedade brasileira, suas palavras proporcionam uma reflexão sobre o atual cenário populacional, que está caminhando gradativamente para um número reduzido da população economicamente ativa. Nesse sentido, convém analisarmos as principais causas e consequências dessa problemática em nossos dias.

IMIGRAÇÃO NO BRASIL:

“A injustiça num lugar qualquer é uma ameaça à justiça em todo o lugar”. O pensamento de Martin Luther King, importante ativista político que lutou contra a discriminação racial, nos permite refletir sobre como a rejeição aos atuais imigrantes negros no Brasil afeta toda a sociedade. Sob esse aspecto, convém analisarmos a origem e o efeito dessa problemática em nosso país.

FAKE NEWS

No que se refere ao legado das “Fake news” para a socidade brasileira, é possível afirmar que há ausência de uma cultura de criticidade. Segundo Friedrich Nietzsche, filósofo alemão, “não há fatos, apenas interpretações”, o que salienta a importância do desenvolvimento de critérios no momento da absorção de informações. Isso se evidencia não somente pela banalização do jornalismo, muitas vezes sensacionalista, mas também pela internalização da pós-verdade.

O USO DE DROGAS ILÍCITAS NO BRASIL

“Ninguém educa ninguém, ninguém se educa sozinho, as pessoas se educam reciprocamente pelo mundo”. As palavras do pedagogo e filósofo brasileio Paulo Freire, nos faz refletir sobre como o combate às drogas pode deve ser implementado sob uma perspectiva mais ampla e conjunta no Brasil. Porém, para que isso se concretize, é necessário analisar o contexto em que cada indivíduo está inserido bem como buscar outras soluções para tal problemática.

De acordo com Aristóteles, filósofo grego considerado fundador da filosofia ocidental, “todos os homens têm, por natureza, desejo de conhecer”. Tal reflexão nos permite compreender no Brasil de hoje o fenômeno crescente do uso de drogas ilícitas, muitas vezes motivados pela curiosidade, que precisa ser combatida. Isso se evidencia não só pela falta de informação acerca do assunto, mas também pela negligência do governo perante essa problemática. 

CADASTRE-SE

E receba em primeira-mão todas as novidades dos Vestibulares, Ofertas, Promoções e mais!