20 CITAÇÕES PARA O SEU DESENVOLVIMENTO

Uma citação não é apenas uma frase. Mas uma declaração que tem um autor (que deve ser qualificado no texto), um contexto (que, deve ser mencionado, se possível) e um ideal, uma reflexão (que também podem ser explorados no texto). Nesse sentido, apresentamos 20 citações/ alusões para o desenvolvimento. Cinco delas dentro dos parágrafos para observarmos melhor a contextualização.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

“Não são as crises que mudam o mundo, e sim nossa reação a elas.” Zygmunt Bauman, filósofo e sociólogo polonês.

“Eu não acredito em caridade. Eu acredito em solidariedade. Caridade é tão vertical: vai de cima para baixo. Solidariedade é horizontal: respeita a outra pessoa e aprende com o outro.”

Eduardo Galeano, jornalista e escritor uruguaio 

Intensivo 2020

Um curso preparatório para o ENEM totalmente a distância, com simulados, redações corrigidas e comentadas, 4 aulas ao vivo, acervo de mais de 500 aulas gravadas para baixar em seu smartphone e assistir em qualquer lugar e a qualquer momento!

No Plano Intensivo você tem acesso a 2 turmas: a turma prodígio, que começou em maio, a turma intensiva que irá iniciar em agosto.

Intensivo

Validade: 6 meses de acesso

  • 20 Aulas ao vivo por semana
  • 2 Simulados
  • 2 Redações Corrigidas por mês

R$ 544,44

12x de: R$

R$ 18,90

Eu quero

“A realidade apenas se forma na memória; as flores que hoje me mostram pela primeira vez não me parecem verdadeiras flores.”

Proust, escritor Francês. Marceu Proust é considerado um dos pais do romance moderno

“Embora a memória e o raciocínio sejam duas faculdades essencialmente diferentes, uma só se desenvolve completamente com a outra.”

Intensivo Plus

A prepara'ç˜ção mais completa para estudar

Curso preparatório para o ENEM e para os Vestibulares de São Paulo, como Fuvest e Unicamp, que não utilizam o ENEM como forma de ingresso, com apoio pedagógico, plano de estudos, aulas ao vivo, mais de 500 aulas gravadas, aulas de nivelamento, aulas com técnicas de redação e tudo o que você precisa para conseguir aquele notão no vestibular!

Intensivo Plus

Validade: 06 meses de acesso

  • 4 Aulas ao vivo por semana
  • 3 Simulados
  • 3 Redações Corrigidas por mês

R$ 493,50

12x de: R$

R$ 22,90

Eu quero

Jean Jacques Rousseau, pensador Iluminista do século XVIII

“A concordância faz com que permaneçamos estacionados. A discordância faz com que cresçamos.”

Mário Sergio Cortella, escritor e filósofo contemporâneo  

“Respeitar tratados e convênios não é questão de direito, é questão de conveniência.”

Thomas Hobbes, matemático, teórico político e filósofo inglês do século XVII

“A nossa civilização é em grande parte responsável pelas nossas desgraças. Seríamos muito mais felizes se a abandonássemos e retornássemos às condições primitivas.”

Sigmund Freud, médico neurologista e criador da psicanálise no sécuo XIX

“A civilização não suprime a barbárie, aperfeiçoa-a.”

Voltaire, pensador iluminista do século XVIII

“As redes sociais são muito úteis, oferecem serviços muito prazerosos, mas são uma armadilha.”

Zygmunt Bauman, filósofo e sociólogo polonês.  

“O indivíduo só poderá agir na medida em que aprender a conhecer o contexto em que está inserido, a saber quais são suas origens e as condições de que depende. E não poderá sabê-la sem ir à escola, começando por observar a matéria bruta que está lá representada.” Émile Durkheim (David Émile Durkheim – sociólogo, antropólogo, cientista político, psicólogo social e filósofo francês do século XIX)

“O novo não está no que é dito, mas no acontecimento de sua volta.”

Michel Foucault, filósofo e crítico literário

“A insatisfação é o primeiro passo para o progresso de um homem ou de uma nação.”

Oscar Wilde (Oscar Fingal O’Flahertie Wills Wilde, ou simplesmente Oscar Wilde foi um influente escritor, poeta e dramaturgo britânico de origem irlandesa)

“Se queres prever o futuro, estuda o passado.”

Confúcio. Pensador e filósofo chinês do Período das Primaveras e Outonos. Crítico da moralidade pessoal e governamental, bem como das relações sociais, de justiça e sinceridade

“O homem nasce livre, mas por toda parte se encontra acorrentado.”

Jean Jacques Rousseau, pensador Iluminista do século XVIII

“Quem conduz e arrasta o mundo não são as máquinas, são as ideias.”

Victor Hugo (Victor-Marie Hugo – romancista, poeta, dramaturgo, ensaísta, artista, estadista e ativista pelos direitos humanos francês)

INTERNET E RISCOS A CRIANÇAS NO BRASIL

De acordo com Sêneca, advogado e escritor do Império Romano, todos os vícios são mais leves quando visíveis: eles são muito perecíveis quando se escondem sob o ar da pureza. De forma análoga suas palavras remetem, em nossos dias, à vulnerabilidade das crianças diante do mundo da internet. É alarmante que a falta de instrução e controle por parte da família possibilite diversos perigos como a compulsão pelo uso de aparelhos eletrônicos, o cyberbullying ou até criminosos que se passam por crianças da mesma idade.

Segundo o Jornal Folha de São Paulo, cerca de 80% das crianças que nasceram a partir de 2010 – a denominada geração Alpha – têm acesso ilimitado à internet. Embora parte da população acredite na proibição como solução, tal medida figura praticamente como impossível, tendo em vista o contexto moderno. O conflito entre tecnologia e segurança nos alerta sobre a relevância de prevenir a formação de cidadãos desiquilibrados, traumatizados e impacientes. Esses três efeitos negativos remetem as palavras de Sêneca, uma vez que qualquer vício, no caso, o tecnológico, é prejudicial ao ser humano e desastroso, sobretudo, para as crianças. 

ACESSIBILIDADE DO IDOSO EM NOSSA SOCIEDADE.

O importante não é só viver, mas viver bem. Parafraseando Platão, filósofo do período pós-socrático, torna-se notória a relação da falta de políticas públicas com a precária acessibilidade de idosos em hospitais das redes municipais e estaduais no Brasil. É inaceitável que em um país com aumento crescente da terceira idade e inversão da pirâmide etária, essa situação ainda seja algo recente.

Ademais, pode-se destacar também, falhas estruturais tanto na esfera educativa quanto na de lazer. Esse fato contrapõe o pensamento de Platão, visto que, na primeira escola que fundou haviam também alunos idosos. É inadmissível a continuidade de um legado no qual cidadãos com mais de 60 anos tenham seus direitos tão limitados.

ACESSIBILIDADE DO IDOSO EM NOSSA SOCIEDADE

Primeiramente, pode – se destacar a vulnerabilidade do idoso como uma das principais consequências da falta de atenção do estado. Segundo Clement Attlee, um político do Reino Unido, a democracia não é apenas a lei da maioria, mas a maioria respeitando os direitos das minorias, o que leva à reflexão sobre o exponencial prejuízo na aposentadoria, causando, muitas vezes, a dependência familiar para a compra de remédios para esses idosos. Infelizmente, pessoas que trabalham durante um longo período sofrem o impacto das escolhas não acessíveis a toda sociedade.

Além disso, os benefícios sociais não são suficientes para suprir as necessidades dessa faixa etária. De acordo com o Jornal Folha de São Paulo, 70% dos cidadãos de “melhor idade” não conseguem perenidade em boas condições de vida, contradizendo o bem-estar social pregado por Attlee. É inadmissível os altos impostos que pagamos não conseguirem dar conta da demanda de idosos.

SISTEMA PRISIONAL BRASILEIRO

Em uma primeira análise, cabe expor o desafio a ser ultrapassado em relação a má infraestrutura presente nas prisões brasileiras. Sob a perspectiva de São Tomás de Aquino, todos os indivíduos de uma sociedade democrática possuem a mesma importância, além dos mesmos direitos e deveres. No entanto, sabe-se que no Brasil o sistema prisional funciona de modo a privar os direitos básicos dos criminosos, os colocando em celas superlotadas e  alimentando-os precariamente. Com efeito, por não terem acesso àquilo que se considera o básico quando se diz a respeito ao lugar onde passarão anos, quando libertos os ex-presos tendem a serem mais agressivos e marginalizados.

Ademais, vale ressaltar o descaso estatal referente às políticas de reinserção social. Seguindo a lógica de Aquino, o governo possui o dever de prover programas educacionais aos detentos, para que estes se integrem no mercado de trabalho de maneira mais eficaz quando soltos. Todavia, devido à falta de investimentos estatais, isso não ocorre, mostrando de modo alarmante a má gestão de verbas arrecadas por meio de impostos. Consequentemente, por conta do não cumprimento do Estado de seus deveres de qualificar e educar os presos, aqueles que são reinseridos na sociedade tendem a retornar a vida do crime.

SISTEMA PRISIONAL BRASILEIRO

Em primeira análise, cabe salientar os impactos da concepção positiva da estrutura prisional. Essa realidade remete aos estudos de Foucault, filósofo francês do século XX que, sob os espectro do panóptico, constatou o caráter disciplinar punitivo da vigilância constante do sistema carcerário. Tais posturas, uma vez mantidas na contemporaneidade, resultam na dificuldade de reinserção do ex-preso no mercado de trabalho e no aumento do índice de reincidência. Dessa forma, é inadmissível a percepção de certos arranjos diante da comprovação de seus prejuízos na sociedade.

Além disso, é importante dissertar sobre o sucateamento do sistema penitenciário. Segundo o ministério da justiça, em 2016, as cadeias do país já abrigavam quase o dobro de pessoas que poderiam suportar. Tal realidade é agravada pela falta de atendimento médico, assistência educacional e, principalmente, pela ausência de políticas de ressocialização dos presos. É alarmante que, mesmo com uma carga tributária significativa ao cidadão, o Estado falhe na devolução de indivíduos ressocializados ao convívio social. 

CADASTRE-SE

E receba em primeira-mão todas as novidades dos Vestibulares, Ofertas, Promoções e mais!