CONCEITOS DE FILOSOFIA E SOCIOLOGIA NA REDAÇÃO ENEM

Aprenda sobre os principais Conceitos de Filosofia e Sociologia na Redação do ENEM.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL EM QUESTÃO NO BRASIL 

Qual o papel da sociedade diante do nosso patrimônio histórico-cultural?

O artigo 216 da Constituição Federal afirma serem nosso patrimônio cultural “os bens de natureza material e imaterial, tomados individualmente ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasileira”.

Medicina 2020 Enem Plus

Assine agora por 12x de R$27,90 e garanta uma plataforma com preparação completa.

São aulas ao vivo, videoaulas gravadas, simulados, exercícios com resolução em vídeo, projetos especiais e mais. 😬

Este patrimônio é considerado meio ambiente artificial e, por isso, está protegido pelo artigo 225 da mesma Constituição. Este artigo afirma que o meio ambiente equilibrado é um direito de todos, “impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações”.

O que se quer dizer com isto é que na questão ambiental, que inclui a preservação do patrimônio histórico-cultural, há um direito e um dever correspondente da sociedade. Dela se espera que apoie e incentive a ação do Estado.

Pois bem, como se comporta a sociedade brasileira na proteção dos nossos monumentos e da nossa história? A resposta é simples: omissa.

Disponível em: https://www.conjur.com.br/2018-set-09/participacao-sociedade-civil-incendio-museu-nacional

DESAFIOS  PARA INCLUSÃO DE EX-DETENTOS NO MERCADO DE TRABALHO 

Decreto cria cotas para presidiários e ex-detentos em contratos de serviços à União

A medida se aplica a presos provisórios, presos dos regimes fechado, semiaberto ou aberto, ou egressos do sistema prisional. Conforme o decreto, as empresas terão de destinar um percentual de vagas para presos e ex-presidiários em cada contratos firmados com o governo federal.

3% das vagas para contratos que exijam contratação de 200 ou menos funcionários;
4% das vagas para contratos que exijam contratação de 201 a 500 funcionários;
5% das vagas para contratos que exijam contratação de 501 a 1 mil funcionários;
6% das vagas para contratos que exijam a contratação de mais de 1 mil funcionários

Disponível em: https://g1.globo.com/politica/noticia/2018/07/24/decreto-presidencial-cria-cotas-para-presos-e-ex-presidiarios-em-contratos-de-servicos-a-uniao.ghtml

A IMPORTÂNCIA DO HISTORIADOR PARA A FORMAÇÃO DO HISTORIADOR PARA FORMAÇÃO CRÍTICA DA SOCIEDADE BRASILEIRA

Sem os acontecimentos, o historiador não pode produzir conhecimento; sem o historiador, os acontecimentos não teriam vida.

Enem 2020 Plus

Assine agora por 12x de R$22,90 e garanta uma plataforma com preparação completa.

São aulas ao vivo, videoaulas gravadas, simulados, exercícios com resolução em vídeo, projetos especiais e mais. 😬

Dizemos que acontecimentos históricos são os eventos, as opiniões, os pensamentos e os movimentos sociais que produziram efeitos e geraram mudanças, tendo ou não, por isso, importância em algum momento do passado, na vida de um grupo ou de um povo.

Os acontecimentos são “produtos” sociais “fabricados” por seres humanos que sonharam, pensaram e agiram. Cabe ao historiador analisar esses “produtos sociais” e construir sua interpretação do momento histórico que estiver pesquisando.

As técnicas, fichas, entrevistas, perguntas, catalogação de dados, entre outros dão segurança para realizar cientificamente o trabalho do historiador. Os métodos são orientações seguidas por ele nas etapas da sua pesquisa, da sua investigação.

Disponível em: https://www.sohistoria.com.br/ef2/paraqueserve/p4.php

CAMINHO PARA O COMBATE À VIOLÊNCIA NAS REDES SOCIAIS

Estão cada vez piores as consequências do uso mal-educado das redes sociais. Usuários dominados pela ignorância, intolerância, e agressividade, tomam conta do que deveria ser um dos fortes instrumentos de contrapoder ao oligopólio midiático.

Lutamos séculos pela conquista das nossas liberdades e não estamos conseguindo usá-las para o benefício coletivo, ao invés disso, alguns se autointitulam gestores da moralidade social e promovem movimentos instigadores da vingança privada, de pressão ao judiciário, de pressão ao legislativo, de pressão a outros usuários que não aderem à corrente etc.

Nesse contexto, muitas injustiças estão sendo cometidas, desde ofensas à honra das pessoas, agressões físicas, prisões de inocentes, penas desproporcionais, criação de leis simbólicas, até suicídios provocados pela insistência e propagação do conteúdo ofensivo sem compaixão, que tem feito muitas vítimas por não suportarem a fama negativa.

Disponível em: https://aurineybrito.jusbrasil.com.br/artigos/121937001/cavernas-sociais-intolerancia-violencia-e-politicagem-na-internet

CADASTRE-SE

E receba em primeira-mão todas as novidades dos Vestibulares, Ofertas, Promoções e mais!