Augusto comte

A Sociologia é uma ciência que estuda as ações humanas, o comportamento e realiza esse estudo através das relações sociais, além, é claro, de se dedicar aos conflitos, da sociedade e suas variadas implicações.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Os processos que interligam essas relações podem estar intimamente ligados às instituições, às comunidades, às associações e aos grupos, que se organizam criando uma rede em que  os  indivíduos passam a  interagir. A Sociologia está em nosso cotidiano, pensando as relações da sociedade moderna. As relações e tipos de trabalho, a desigualdade, as formas de estratificação   e das sociedades, as posturas econômicas e suas influências nos problemas e questões da coletividade.

A sociologia surgiu no século XIX através de Augusto Comte um seguidor do Positivismo, corrente de análise que pensava o social a partir de uma perspectiva evolucionista. O positivismo, na verdade, entendia que, se pudéssemos avaliar os caminhos humanos dentro dessa perspectiva, poderíamos encontrar antídotos para os problemas sociais da atualidade.

Essa perspectiva estava impregnada de ideias de superioridade dos europeus sobre os outros povos. Comte tentava buscar respostas para a diferenças sociais através de uma perspectiva de evolução que visava a ordem e o progresso.

Medicina 2020 Enem Plus

Assine agora por 12x de R$27,90 e garanta uma plataforma com preparação completa.

São aulas ao vivo, videoaulas gravadas, simulados, exercícios com resolução em vídeo, projetos especiais e mais. 😬

Comte antes de falar em  “Sociologia”, chamava  a ciência de “física social”, portanto ele achava que poderia se inspirar nas ciências naturais para entender a sociedade. Usando métodos das ciências naturais como instrumentos de entendimento da realidade social. O uso de dados, estatísticas, números, avaliações, seriam base para demandar soluções e possibilidades para a realidade social.

LEI DOS TRÊS ESTADOS

A percepção positivista, da teoria de Augusto Comte, promoveu uma análise da sociedade em formato evolutivo, em que sociedades passem por estágios de crescimento, desenvolvimento e evolução. Seriam três estados: teológico, metafísico e positivo.

No primeiro, os fatos observados são explicados pelo exterior, por entidades que vivenciam fora da realidade humana. A fase teológica possui subfases: o fetichismo, o politeísmo e o monoteísmo.

No segundo, já se vivencia a realidade, mas ainda há a presença do sobrenatural, de modo que a metafísica é uma transição entre a teologia e o estado positivo. Momento de transição social e científico da sociedade, ligada a perspectiva do homem de buscar verdades de sua realidade.No terceiro, ocorre o apogeu do estado científico.

Neste, os fatos são explicados segundo leis gerais, de ordem positiva, uma vivência evolutiva e progressiva de nossa realidade social. A partir disso, atividade pacífica e industrial torna-se preponderante, com as diversas nações colaborando entre si.

No terceiro, ocorre o apogeu do estado científico. Neste, os fatos são explicados segundo leis gerais, de ordem positiva, uma vivência evolutiva e progressiva de nossa realidade social. A partir disso, atividade pacífica e industrial torna-se preponderante, com as diversas nações colaborando entre si.

CADASTRE-SE

E receba em primeira-mão todas as novidades dos Vestibulares, Ofertas, Promoções e mais!