RELAÇÕES DE PODER

As relações políticas são antes de tudo relações de poder, o conceito de poder muito debatido pelas ciências humanas, pode ser entendido pela perspectiva de Weber, como a “probabilidade de impor a vontade numa relação social, mesmo contra resistências, seja qual for o fundamento dessa probabilidade”, sendo assim, Weber demonstra que o poder pode estar em qualquer ambiente social, desde sua escola, até na sua relação familiar e domiciliar.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Weber entende que as formas de dominação e de poder são divididas, existem formas de dominação legítimas, que são aplicadas em posicionamentos sociais:

1. Dominação legal – segue regras segundo um ordenamento, uma lei, que é aceito por todos. O grupo dominante é eleito e o quadro administrativo é nomeado pelo mesmo.

2. Dominação tradicional – Se estabelece “em virtude da crença na santidade das ordenações e dos poderes senhoriais de há muito existentes”. Laços de fidelidade que se estabelecem entre senhor e súdito. Sociedade patriarcal, coronelismo.

Medicina 2020 Enem Plus

Assine agora por 12x de R$27,90 e garanta uma plataforma com preparação completa.

São aulas ao vivo, videoaulas gravadas, simulados, exercícios com resolução em vídeo, projetos especiais e mais. 😬

3. Dominação carismática – neste tipo de dominação a relação se sustenta pela crença dos subordinados, nas qualidades excepcionais do “líder”, essas podem ser dons sobrenaturais, a coragem, a inteligência, faculdades mágicas, heroísmo, poder de oratória. O tipo que manda é o “líder”, quem obedece é o “apóstolo”. Obedece-se ao líder somente enquanto suas qualidades excepcionais lhe são conferidas. Não existem regras na administração, é característica deste tipo de dominação a criação momentânea. O líder tem que se fazer acreditar por meio de milagres, êxitos e prosperidade dos seus apóstolos. Se o êxito lhe falta, seu domínio oscila.

Ao estudar as formas legítimas de poder em uma sociedade, o autor alemão Max Weber acaba por gerar uma reflexão sobre como o Estado adequa-se aos formatos de dominação, Weber considera que o Estado é o dono do “monopólio do uso legítimo da força, exercendo poder político na sociedade, muitas vezes utilizando a dominação legal. O estado é representado por uma série de fatores:

População: é a reunião de indivíduos num determinado local, submetidos a um poder central.

Território: é o espaço geográfico onde reside determinada população.

Soberania: é o exercício do poder pelo Estado, tanto internamente, quanto externamente.

Governo: Essa é a autoridade governante de uma unidade política.

A observar os instrumentos de formação do estado, devemos realizar uma diferenciação entre ESTADO e GOVERNO, o governo é temporário, é o administrador do estado, sendo variante e podendo estabelecer-se de diversas maneiras. O governo pode ser monárquico, republicano, parlamentar, presidencialista, entre outros, mas sendo administrador de uma instituição composta por outras variantes que é o Estado.

Existem outras visões de Estado além da Weberiana, vale destacar a de John Locke, que considera que o estado deve ser o garantidor dos direitos naturais do homem, direitos como propriedade, vida e liberdade, não devendo ser um estado interventor no meio econômico e no meio político. Marx também traz uma nova concepção acerca do estado, considerando como um instrumento de manutenção dos poderes da elite, Marx considera que o Estado representa um aparelho de dominação das classes dominantes.

As formas mais comuns de organização do Estado ao longo da história moderna são a monarquia e a república. A monarquia pode ser definida como um modelo de governo que prega a hereditariedade, vitaliciedade e uma autonomia do poder executivo, a república pode ser entendida com características de temporariedade, responsabilidade e eletividade.

Enem 2020 Plus

Assine agora por 12x de R$22,90 e garanta uma plataforma com preparação completa.

São aulas ao vivo, videoaulas gravadas, simulados, exercícios com resolução em vídeo, projetos especiais e mais. 😬

A monarquia pode aparecer no formato absolutista ou constitucional, o absolutista está no poder total ao governante, o constitucional com um instrumento de controle do poder do governante. A república pode aparecer de maneira direta ou indireta, direta seria com todos os cidadãos participam ativamente dos processos decisórios da sociedade, indireta seria um sistema político no qual as decisões que afetam a comunidade são tomadas pelos membros eleitos pelo conjunto de cidadãos para essa finalidade.

CADASTRE-SE

E receba em primeira-mão todas as novidades dos Vestibulares, Ofertas, Promoções e mais!